(73) 98121-8979  | 

'Brutalmente assassinada pelo namorado', diz irmã de jovem atropelada várias vezes.

Postada em 05/02/2018 10:11:42 -
Por: JNHOJE

 

De acordo com Laura Jugni, companheiro de Lorraine Gabriele Jugni Camargo, de 18 anos, teria passado diversas vezes com veículo por cima do corpo da jovem. DIG de Jundiaí investiga o caso.

 

A família da jovem de 18 anos que morreu após ser atropelada várias vezes por um carro em Itatiba (SP) ainda tenta entender os motivos do crime. Para a irmã de Lorraine Gabriele Jugni Camargo, a garota foi brutalmente assassinada pelo namorado.

O atropelamento ocorreu na noite de sexta-feira (2) no bairro Caminho do Sol. A jovem chegou a ser socorrida com vida, mas morreu na madrugada de sábado (3). O motorista do carro fugiu sem prestar socorro à vítima. Ele já foi identificado pela polícia e o carro apreendido.

Em entrevista ao G1 na manhã desta segunda-feira (5), Laura Jugni disse que a irmã teria discutido com o namorado, com quem morava junto há três meses, e ele teria passado com o veículo por cima dela várias vezes.

 

"Ela não foi atropelada, foi brutalmente assassinada pelo namorado. Houve testemunhas. Ele que passou várias vezes com o carro em cima dela. Dói muito saber que ela morreu assim, que foi assassinada desse jeito. Não foi um acidente, não foi um atropelamento qualquer", lamenta a irmã.


O corpo de Lorraine foi velado e enterrado no domingo (4) no Cemitério Municipal de Itatiba. A mãe da jovem, Regina Aparecida Jugni, saiu de Capivari para ir até o enterro da filha.


"Eu quero que a justiça seja feita. Enquanto eu estiver viva, eu vou lutar por isso. Eu não vou desistir".


Entenda o caso


De acordo com informações da Polícia Civil, uma testemunha disse que ouviu na noite de sexta-feira (2) a voz de Lorraine pedindo socorro e, em seguida, o barulho do motor de um carro acelerando.

A mesma testemunha contou à polícia ainda que viu o momento em que um veículo passou por cima do corpo da vítima várias vezes.

A jovem chegou a ser socorrida com vida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa de Itatiba, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de sábado.

Ainda segundo informações da Polícia Civil, o motorista do carro já foi identificado, mas ainda não foi localizado. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí (SP).

 


Fonte: G1

© 2013 - 2018 jnhoje.com

Notícias da Costa do Descobrimento, sul e extremo sul da Bahia.


Anuncie: 73 9 8121-8979 | contato@jnhoje.com