(73) 98121-8979  | 

Cuidar dos dentes pode diminuir risco de câncer no pâncreas

Postada em 07/09/2017
Por: Naiara Manzoli

No Brasil, o câncer de pâncreas é responsável por cerca de 2% de todos os tipos de câncer diagnosticados, segundo o Instituto Nacional de Câncer. Ao longo dos últimos anos, pesquisas vêm sendo realizadas por diversos países na tentativa de descobrir a ligação da doença com possíveis infecções.

Uma das mais importantes foi feita pela Faculdade de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, que mostrou que homens com histórico de doenças infecciosas na boca possuem um maior risco de desenvolver câncer de pâncreas.

Os pesquisadores analisaram dados de mais de 51.000 homens durante um período de 16 anos. O objetivo era verificar se infecções na gengiva poderiam estar relacionadas com esse tipo de doença.

Após revisar o histórico dos pacientes ao longo do período, os especialistas concluíram que aqueles que tinham doenças bucais apresentavam um risco 64% maior de desenvolver câncer no pâncreas do que aqueles que mantinham a saúde bucal em dia.

A suspeita dos investigadores é de que as bactérias bucais estão associadas com o desenvolvimento deste tipo de câncer, já que infecções crônicas na gengiva podem gerar inflamações em outras partes do corpo, o que poderia promover o crescimento de tumores.

A relação direta entre essas duas doenças ainda não é totalmente esclarecida pela ciência, mas a recomendação é sempre manter uma boa higiene bucal para evitar complicações futuras na boca e no restante do corpo.

Fonte: FF/Foto - Shutterstock.com

© 2013 - 2017 jnhoje.com

Notícias da Costa do Descobrimento, sul e extremo sul da Bahia.


Anuncie: 73 9 8121-8979 | contato@jnhoje.com